Inspiração – Cantoras Francesas dos anos 60

Se tem uma coisa que nunca sai de moda é a estética sessentista, ano vai ano vem e sempre tem um pra lembrar de toda aquela beleza que os anos 60. Recentemente surgiu no youtube a nova sensação do momento que atende pelo nome de Lana Del Rey. Eu sei, não param de falar nela não é mesmo? Justiça seja feita, ela é realmente muito bonita e tem um visual muito bem pensando, é impossivel olhar para ela e não lembrar das divas dos anos 60. Delineador bem desenhado, cores claras e iluminador,.. essa é a minha década favorita, e aqui na primeira sexta-feira do ano resolvi fazer um post-inspiração para o fim de semana com as mais belas cantoras do French Pop.

Além de linda, loira, modelo, B.B tambem foi cantora! Nos seus tempos de “união” com Serge Gainsbourg Brigitte Bardot fez bonito nos hits, cantando músicas bem fofinhas. Como não olhar pra essa mulher e não ter uma vontade absurda de encher a cara de delineador e sair por aí? B.B tava sempre muito bem produzida, com o famoso cabelo “bagunçadinho”, alto e amarrado com um laço, na maquiagem os olhos sempre estavam com uma boa camada de delineador e rímel.

Françoise era a mais “minimalista” (se é que é possivel existir isso naquela década..) , sempre com uma roupa simples, sem muita produção, mas se bem que com um rosto desses quem precisa de produção né? Eu preciso, agora a dona Hardy é daquelas que já levanta da cama linda. Ela podia não fazer muitas coisas na maquiagem, mas repara esse delineador? Muito bem desenhado, Françoise foi esperta, aprendeu a fazer um delineador impecável e não precisava de mais nada!

Sylvie Vartan foi uma das rainhas do “iê-iê-iê” na França. Sempre com os cachinhos bem feitos e cabelo loiro e com uma carinha de criança, talvez por isso não exagerava muito na maquiagem, só fazia um traço de delineador e um pouquinho de rímel pra cultivar a baby face.

Faz 50 anos atrás que essas fotos foram tiradas, e mesmo assim continuam sendo ícones e o visual inspirando muitos por aí, não é mesmo Lana Del Rey e Adele?

um bom fim de semana, com muito amor e delineador!

Escova nossa de cada dia

as escovas : denman, ibiza, cricket, warrentricomi, spornette, mason pearson.

Aproveitando o tema” cabelos” do post anterior, resolvi falar sobre uma coisinha que todo mundo tem em algum lugar perdido pela casa  mas talvez você  nunca conheceu de verdade, aplausos para a nossa querida escova de cabelo!Cada escova tem uma intenção diferente para ser usada, e as vezes quando queremos fazer algum penteado  não sabemos qual tipo de escova é a melhor para a ocasião , então eu procurei  ajuda com a  especialista de cabelos e blogueira do The Beauty Department, Kristin Ess. Ela separou 6 escovas que vão deixar suas madeixas bem mais amigáveis quando você quiser modelar os cachos, ou dar mais brilho, ajeitar a franja, e muitas coisas. São 6 modelos, anota aí para não esquecer!

#1 é aquela que todo mundo deveria ter, principalmente as donas de cabelos lisos. Escovas como essa, tipo “raquete” são perfeitas para todos os horarios, ideal para pentear e desembaraçar os cabelos secos ou molhados.

A escova #2 é a redonda de uso doméstico mais queridinha,  pois ela tem a quantidade perfeita de cerdas, o cabelo vai naturalmente cultivando as curvas quando a gente a usa, dando um brilho natural e um pouco mais de volume,  ótima para modelar os cachos.

A #3 é a melhor amiga da sua franja! A “porco-espinho” vai fazer sua franja te ouvir quando ela tiver se fazendo de dificil.

Agora se você quiser um efeito “babyliss” a #4 vai te ajudar muito, esse tipo de escova age como um curling de ferro quando aquecida, ela é usada quando você quer fazer uma “curva” nas pontas dos fios sem precisar usar outros aparelhos, porém ele não é muito legal quando se trata de couro cabeludo, já que arranha muito sua cabeça por causa das suas cerdas e quando é usado com o secador normalmente aquece demais se você não for rápida com ela. Pode se dizer que escova desses tipo são bem complicadas de serem usadas por nós, meras mortais.

A #5 é considerada por muitos como o “SANTO GRAAL” das escovas, o modelo ”  Mason Pearson” possui cerdas de pelos de javali. As cerdas de javali (e nylon) , limpam os cabelos e estimulam o couro cabeludo, aumentando o fluxo sanguíneo na raiz e espalhando a oleosidade natural para o comprimento dos fios, o que deixa o cabelo forte, flexível e saudável e  muito mais brilhante! Uma escova dessas custa 240 reais por aqui, mas não se preocupa que existem varias versões mais baratas dela e que seguem esse mesmo princípio. Um modelo desses é perfeito para todas as ocasiões, ajuda a desfazer cachos, secar os cabelos, desembaraçar, …

A #6 é a fusão da #4 com a #2 ,um combo de curvas, brilho e volume já que essa mistura cerdas naturais e cerdas sintéticas, de nylon. O corpo dela é de ceramica, não aquece muito, o que ajuda a não queimar o cabelo.

Essas escovas que a Kirsten separou são mais amigaveis com cabelos mais lisos, cabelos muito enrolados precisam de todo um outro cuidado ( fica a dica para um outro post) ! Só sei que depois dessa lista eu me dei conta que, coitado do meu cabelo, ele não tem culpa quando tá num dia ruim, a culpa é  toda minha que cultivo esse bando de escova velha e errada na minha bancada.. preciso renovar esse time de escovas já!

Para conhecer mais sobre a Kirsten e as meninas do Beauty Department entra aqui : www.thebeautydepartment.com 🙂

Dica de Beaute – Como fazer um cabelo cacheado com a chapinha.

Teve uma época que de repente todas as mulheres desses país tinham cabelo liso, quer dizer, tentavam ter. Era escova marroquina, escova japonesa, escova neozelandeza,… todos os países do mundo tinham uma escova. Daí você comprou aquela chapinha no polishop para acompanhar essa nova onda, só que  passou a fase dos cabelos lisos e agora o legal é ter cachos, mas aí você não tem babyliss e só tem aquela chapinha velha e empoeirada!Pois bem, pega ela mesmo e vem cá aprender a enrolar o cabelo! Mas antes pega tambem um spray fixador e uma mousse pra poder segurar esse bando de cachinho.

Como uma boa paraense neta de índios, eu tenho cabelo bem liso, então todo o tipo de fixação pra cabelos assim nunca é demais. Pra começar você pega um mecha pequena ou grande, depende se você quiser cachos bem definidos ou não.

Com essa mecha você passa o fixador, principalmente nas pontas.

Depois é só enrolar o cabelo na técnica do “dedinho”, que parece como quando você usa bob no cabelo, só que sem o bob, claro. Com o “dedinho” pronto, você pega a chapinha e aperta em cima do cabelo, e deixa ele lá embaixo por 5/10 segundos. Se a chapinha tiver uma prancha pequena, que nem a minha é só apertar várias vezes de um jeito que todo o “dedinho” seja aquecido. Esse processo tem que ser logo em seguida do spray, então cada cachinho tem que ser feito logo, não pode deixar pra fazer depois.

Com muitos dedinhos e muuuito fixador, o cabelo fica pronto rapidinho! No final eu coloquei a mousse pra ajudar a modelar os cachos e dar volume. Agora você já pode tirar o babyliss da “wishlist” de 2012 e ser feliz com a chapinha! 🙂

P.S: Alguem aí quer se candidatar a minha modelo? Não nasci com esse dom, GRATA!

Exército da salvação(Parte III) – Como fazer um broche colorido

2009 foi a febre dos esmaltes!Um monte de cor nova ,um monte de marca, mil opções para você pintar as unhas.Todas começaram a comprar feito loucas todas as cores possiveis e de todos os jeitos!O problema que ninguem tem paciencia de pintar a unha várias vezes pela semana( a não ser que você seja uma manicure e ganha a vida com isso)então a febre passou e os esmaltes ficaram aí na sua casa pegando poeira.Então por que não juntar coisas que estão paradas no seu armário e fazer algo novo?Aqui no meu eu achei duas: broche de strass e uma coleção sem fim de esmaltes coloridos, pronto, era só o que precisava.A receita é a seguinte:

Pegue esse broche,brinco,colar,pulseira,anel…qualquer coisa que tenha strass

Junte com a sua coleção de esmalte empoeirada

Depois de escolher as cores é só ir aplicando gotinha por gotinha em cima das pedrinhas,com um pouco de cuidado para não sujar o resto.

Pra pintar a pedra maior no centro do broche eu usei o esmalte “Beijo Roubado” da colorama

e depois de esperar secar…

seu broche novo tá pronto!Não gostou?Tem problema não,passa acetona em cima e começa tudo de novo 🙂

 

Com que coisa essa coisa combina? – Uma dica básica para usar gravatas.

A maioria dos homens que eu conheço ficam em estado de pânico quando precisam ir sozinhos a uma loja e comprar uma gravata e uma blusa para ir para o casamento de uma prima,formatura de um amigo,ou até mesmo para o novo emprego.Como se não bastasse ter que aprender a dar aquele nó escabroso, é preciso também combinar a camisa com a gravata, com o blazer, com a calça, com o sap … AI PARA,que eu já posso sentir o desespero tomando conta de toda a macharada que ta lendo isso e revivendo esse drama.A questão é que, queridos homens, todo esse drama que vocês fazem para colocar uma gravata no pescoço é pura novela mexicana!Depois dessas dicas super básicas vocês vão pensar:”poxa,era só isso?!”.

Para não confundir muito a sua pobre cabecinha,vou passar uma receita que sempre dá certo e é bem fácil,a combinação :”cor da camisa = cor do detalhe da gravata”.Sempre que a cor da camisa combina com o que tiver em menor quantidade na gravata a harmonização dos tons é certeira! Repetir tons sempre ajuda,e isso também vai alem das cores da gravata.Tons que lembram seu tom de pele,ou que são iguais a cor do seu olho SEMPRE ficam harmônicas em você. Por exemplo, pessoas com a pele mais morena não ficam muito bem com tons mais frios, como o azul ou o verde, mas ao usarem cores como vermelho, amarelo se valorizam muito mais.Mas esse é assunto muito longo e cheio de pequenos detalhes que eu prefiro deixar para conversar sobre depois,vamos focar aqui nas combinações de gravatas!

Aqui nessa combinação a gente tá seguindo a regra do detalhe = cor da camisa.Dá pra ver como isso sempre vai dar certo?Olha aqui outro exemplo:

A mesma gravata vai bem com as duas camisas porque a cor de cada uma delas esta presente na gravata.Mas na prática fica mais ou menos assim:

O que esses caras tem em comum é que todos seguiram essa fórmulazinha.O primeiro tirou da gravata todas as cores pro resto da roupa.De uma listra escolheu a cor do lenço,de outra a cor do blazer, de outra a cor da camisa.Percebem como o conjuto fica super harmonico?O segundo optou pelo blazer preto basicão e fez o jogo do detalhe da camisa com a cor da blusa,pra não ter erros.O terceiro tambem repetiu todas as cores da gravata na combinação,e ficou muito legal!

Existem mil formas de combinar gravatas e blusas e várias “tecnicas” de chegar nelas, mas pra quê complicar se a gente pode deixar tudo mais simples não é?Acho que essa dica que eu dei é a mais simples de todas e a que sempre funciona!

Para aqueles que preferem o bom clássico, preto e branco, tambem tem jeitos bem mais legais de coordenar sem deixar que você fique com aquela cara de garçom da festa.

As vezes combinar cor neutra com mais neutra e com outra neutra(!!) pode ser meio tedioso,porém o jeito de salvar essa produção da chatice infinita é misturar texturas.A gravata numero 1 é da mesma cor da camisa só que com um toque mais sofisticado,a número 2 é do mesmo tom do blazer mas com bolinhas brancas,e a 3 é um outro tom neutro com detalhes bem suaves de estamparia e com um tecido mais brilhoso.A camisa é branca lisa,o blazer é preto liso,colocar uma gravata preta lisa é cair na mesmice não é mesmo?Então tenta reparar mais na textura da gravata quando você for as compras,porque isso vai fazer uma diferença imensa.Duvida?Olha só a elegancia desse cara aqui

Com cores neutras e várias texturas ele conseguiu uma combinação perfeita!

e agora, o pânico já foi embora?Espero que depois dessa dica aquele desespero louco do início nunca mais volte a te perturbar 🙂

Exército da Salvação(Parte II) – Guia do Tingimento

Tem dias que a gente olha pro guarda-roupa e tudo que consegue ver é:TEDIO!Sempre as mesmas peças,as mesmas cores…Você quer peças novas,mas e aí,cadê dinheiro?Em um dia desses de puro tédio indumentário eu cheguei a conclusão que deveria ir o mais rápido possivel ao supermercado e voltar cheia de cor pra dar.Essa cor atende pelo nome Guarany e custa R$1,60.

O trio : Tiracor,Tingecor e o Fixacor

Todos já devem ter usado o CLASSICO guarany,não é mesmo?Metodo super baratinho que pode fazer seu sonho de coloração se tornar realidade,ou não.Para esse sonho se tornar realidade é preciso uns requisitos básicos..Pra quem não é muito acostumado a tingir tecidos,vou usar o exemplo do cabelo.Quem já pintou cabelo um dia sabe que são muuitos fatores que afetam o resultado final,como a cor do seu cabelo,o tipo de fio e etc.Quem é dona de cabelos claros e de fios grossos sempre sai na vantagem na hora de escolher uma nova cor,assim acontece tambem com a roupa.Roupas de tons claros,feita de algodão sempre serão as melhores para trabalhar na tonalidade desejada.

Há muito tempos que um vestido azul apagadão ficava assombrando meu guarda-roupa.Eu não gostava mais de usar a tal peça e nem conseguia me desapegar e doar ele de uma vez por todas!Então eu decidi dar uma segunda chance pro apagadão aí e dar um pouco mais de cor pro meu armário.

A minha vítima:um vestido azul claro

Mesmo a peça não sendo braca,a tonalidade serve perfeitamente para tons mais escuros.No caso,eu comprei o corante “Vinho”.

Para quem escolher começar com o “tiracor” é importante pesar a peça para saber se há produto suficiente para descolorir a peça,já que cada potinho atende apenas 300g de roupa seca.Eu aconselho a usar somente a quantidade de água necessaria para cobrir a roupa,porque o resultado pode ser inútil se a água for muita.E foi bem isso que aconteceu comigo,passei meia hora nesse processo de ‘tirar a cor’ e não deu em nada,a cor continuou azul,acontece.Então,vamos pra outra fase!

Antes de iniciar o tingimento,é importante a roupa estar limpa e úmida para poder receber melhor a nova cor.

Agora é hora de esquentar duas panelas:Uma maior,que dê a roupa que você vai utilizar e outra que esquente 1litro de água.

Quando a panela menor estiver fervendo,você põe o corante,dilui bem e fica esperando a panela maior esquentar bem.Quando ela já estiver em uma temperatura bem alta é hora de  adicionar o corante dissolvido e mergulhar a peça no banho de tingimento.Ela vai ter que ficar lá dentro por 30 minutos,sem desligar o fogo.E é importante que a cada 5 minutos você dê uma mexida na panela pra ter certeza que todos os pontos do tecido vão receber a nova cor.

Depois dos 30 minutos,você desliga o fogo e deixa a peça lá mais uns 15 minutos,até a água voltar para uma temperatura mais baixa.

Enquanto isso você dilui o fixacor em um recipiente com água fria(suficiente pra cobrir o tecido).Quando passar os 15 minutos,a enxague bem e a coloque no recipiente com o fixacor.Deixa a peça lá por mais 20 minutos Além do fixacor, colocar um pouquinho de sal no banho de tingimento também tem o mesmo efeito, já que o fixacor é um pouco mais caro,essas foi a dica que a Kamilla Vulcão  (@kamillavullcao) me deu 🙂

Ah vale lembrar tambem que se a sua roupa for estampada,não adianta,a parte que que tem estampa não vai aderir a cor nova.Só um lembretezinho para os desavizados.

E agora,depois de tantos minutos,a sua roupa já tá quase no ponto!Agora é só jogar bastante água,dar uma lavadinha pra tirar o cheiro ruim do fixacor e olha lá quem conseguiu uma roupa nova com menos de 5 reais e um pouco de água quente!

O meu vestido sem graça ficou uma lindeza de cara nova:

PRONTO!

O processo pode parecer meio chato para alguns,mas eu garanto que vai você olhar para aquela sua roupa esqueciiiiiida com outros olhos,e vai dar uma renovada no seu armário com apenas algumas moedas.Dê uma segunda chance tambem!

Então tá combinado! – O básicão das cores

Alguem lhe pergunta qual sua cor favorita e vai ter a sua resposta em no máximo 5 segundos,agora se pergunte que cor combinar com aquela blusa nova que você comprou pra usar no fim de semana e demore horas na frente do armário tentando descobrir a resposta.A questão é:todo mundo ama cores mas nem sempre sabe muito bem como fazer esse amor ser recíproco.Bem,há uns meses atras a minha querida mestra Silvana Biachinhi,consultora de imagem,me mostrou uma coisinha redonda e colorida que atende pelo o nome de círculo cromático,e a partir de hoje eu sei você tambem vai amar ele.Por que?Com isso nas suas mãos você nunca mais vai ter dúvida “colorais” nessa vida e vai poder economizar pelo menos uns 15 minutos na frente do seu guarda-roupa.

Cada cor com seu nome

Pra facilitar a sua vida eu vou passar 3 formas de combinar cores,a combinação análoga,a complementar e a tríade.A coisa é simples,olha só:

Cores análogas

As cores análogas são aquelas que ficam do ladinho da outra no círculo cromático,ou como minha mãe diria,o famoso”tom sobre tom”.Essas cores vizinhas quando estão juntas numa composição transmitem uma sensação de uniformidade à imagem, pois as cores possuem uma base parecida. Há entretanto um contraste muito pequeno entre os tons o que corre o risco de ficar muito monotono.A dica é usar texturas diferentes,como a Lucy Laucht fez quando escolheu usar essa saia de tons vizinhos.E pra deixar o look mais alegre usar as cores bem saturadas,como fez a Júlia Petit.

Julia Petit e Lucy Laucht

Complementares

Como o nome já diz,uma complementa a outra.O azul é complementar do laranja,o vermelho do verde,o amarelo do roxo,e assim vai..Essas cores ficam dispostas do lado oposto no círculo.Apesar de sempre fazer a composicao mais chamativa,nem sempre as cores precisam ser tãaao berrantes,e pra uma escolha um pouco mais “discreta” é só usar as variações mais escuras das cores.Olha só como fica lindo,as blogueiras Christine do www.mystylepill.com e a Ahn do http://www.9to5chic.com/ fizeram combinações lindas com azul e laranja

Christine e Ahn

E finalmente a queridinha do momento,

combinação tríade

Pra fazer esse tipo de composição você precisa andar de “3 em 3” no circulo,até enfim chegar nesse triangulo super colorido.Essa combinação de todas é a mais “OI GENTE CHEGUEI!”,mas nem sempre ela precisa ser tão berrante,como a mocinha do stockholmstreetstyle,que colocou azul marinho,vermelho e amarelo

stockholm street style e a atriz Camila Belle

stockholm street style e a atriz Camila Belle

E agora?Deu pra se familiarizar um pouco com o círculo?

Cola nele quando aquela dúvidazinha bater 🙂

Mais sobre a Silvana Bianchini e a Dresscode International http://dresscode.com.br/